Recadastramento Bolsa Família 2021

O recadastramento Bolsa Família 2021 é importante para evitar que o benefício seja cancelado. Não é necessário fazer todo mês, até porque isso seria um grande incômodo, tanto para o governo federal como para os beneficiários. Por isso, existe um prazo tolerável para fazer a atualização.

Aqui falaremos sobre todos os detalhes que envolvem o recadastramento no Bolsa Família 2021. Quais são os documentos necessários para isso e quais situações que levam ao cancelamento do benefício? Todos os detalhes serão citados aqui, para você evitar sofrer com essa situação.

Regras bolsa família 2021

A principal regra do Bolsa Família 2021 é estar dentro das faixas de renda estipuladas:

Até R$ 89,00 per capita, para família em situação de extrema pobreza;

De R$ 89,01 até R$ 178,00 para famílias em situação de pobreza.

Se a sua família tem essa renda per capita, poderá fazer a solicitação dos recursos.

Mas, no caso das famílias pobres, é preciso ter alguma gestante no grupo ou então crianças ou adolescentes de até 17 anos.

Depois, basta procurar os responsáveis no seu município. Lembrando que não é possível solicitar o benefício pela internet.

Recadastramento Bolsa Família 2021

Recadastramento bolsa família 2021

O recadastramento do Bolsa Família 2021 serve para que o governo federal possa se manter informado quanto a situação econômica das famílias beneficiadas pelo programa. Dessa forma, os responsáveis devem atualizar os seus dados cadastrais, evitando uma possível suspensão ou até mesmo cancelamento dos pagamentos.

É uma maneira que o governo federal tem de atualizar as informações e verificar se os dados apresentados pelos cadastrados estão de acordo com a realidade. Não precisa ter medo, se você está dentro das regras, não perderá o benefício.

Leia Também  13° Bolsa Família 2021

Como fazer o recadastramento

O recadastramento do Bolsa Família 2021 deve ser feito diretamente no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do seu município. Esse órgão depois fazer a comunicação com o Ministério da Cidadania, para que as informações sejam atualizadas e o benefício possa ser mantido.

Documentos necessários

Para evitar que o Bolsa Família 2021 seja suspenso ou até mesmo cancelado, faça a atualização no seu cadastro. A seguir você confere os documentos necessários para esse procedimento:

  • Cadastro de Pessoa Física o CPF;
  • Cartão da bolsa família;
  • Título de eleitor (é necessário estar com o título em dia com a Justiça Eleitoral);
  • Um documento de identificação original com foto (RG, CNH entre outros).
  • Carteira de trabalho dos membros economicamente ativos;
  • Certidão de nascimento;
  • Comprovante de matrícula escolar (no caso de crianças e jovens entre 0 e 17 anos de idade;
  • Comprovante de residência válido dos últimos três meses.

Bolsa família cancelado

O Bolsa Família é um programa do governo federal que tem como objetivo melhorar a vida das pessoas beneficiadas. Por isso, existe um rigoroso controle quanto a este assunto. Por isso, algumas pessoas perdem o direito e tem o benefício cancelado. Veja agora os principais motivos para isso:

– Renda acima do limite: em alguns casos as famílias possuem renda acima do limite e por isso o benefício é cancelado. Às vezes a renda per capita é menor do que o limite, mas depois ela sobe, então o cancelamento acontece;

– Falta de saque: é fundamental fazer os saques dentro de 90 dias, se passar desse limite de tempo, a sua conta será bloqueada. Assim, o Ministério da Cidadania entende que a família não precisa do recurso;

Leia Também  Fim do Bolsa Família? Saíram novas mudanças no programa

– Cadastro desatualizado: é necessário atualizar o cadastro pelo menos uma vez a cada 2 anos, para evitar que o benefício seja bloqueado;

– Dados incorretos: de tempos em tempos o governo federal realiza um pente-fino, para identificar as famílias que não estão cumprindo as regras. Assim, caso exista alguma informação errada no cadastro, o benefício pode ser cancelado.

Atualizar cadastro bolsa família

Se você não quer perder o Bolsa Família, deve realizar esse procedimento pelo menos uma vez a cada 2 anos. Aliás, isso é feito de maneira gratuita, basta procurar o Cras do seu município, munido com os documentos que apresentamos acima.

Milhões de famílias recebem esse recurso todos os meses e dessa forma conseguem viver com dignidade. Mas, quando o cadastro não é atualizado de maneira correta, pode ocorrer a suspensão.